a-tentacao_destaque_site

Deliciosa tentação

2 de agosto de 2016

Por: Simone Paulino

A chegada de um livro novo é sempre uma alegria na Nós. Porque aqui, por enquanto, vamos aos poucos, sem pressa, cuidando de cada livro com todo o zelo possível. Conseguimos nos dedicar muito a cada projeto, o que faz uma diferença enorme porque a atenção é a primeira forma de amor, inclusive aos livros.

Tentamos resistir. Resistir ao que é superficial e passageiro. Um dos meus sonhos como editora é que nossos livros permaneçam. Isto é, que não sejam tragados pelo tempo, engolidos ou soterrados pelo novo que chega reduzindo o que veio antes a pó, esquecidos. A Tentação da Bicicleta, do italiano Edmondo de Amicis, traduzida por Gabriel Perissé, é uma aposta neste sentido.

A Tentação é uma crônica extemporânea, se me permitem o paradoxo. Escrita no final do 1800, continua atualíssima. Nela, o autor investiga deliciosamente os efeitos da extraordinária popularização da bicicleta entre seus contemporâneos, nas relações amorosas, na literatura e, claro, nele mesmo e em seu inconsciente.”

Ocorre que nos tempos em que vivemos, trocar o trânsito caótico dos grandes centros por uma bike nunca foi tão tentador. De modo que queríamos muito fazer um livro sedutor, cheio de charme e que para além do seu valor literário, funcionasse como um incentivo a mais para uma vida sobre duas rodas.

Tivemos sorte, muita sorte. Porque as ilustrações, belíssimas, ficaram a cargo da Larissa Ribeiro, ela própria, além de artista, entusiasta das bicicletas. Mais sorte ainda, de ter os designers que temos. Eles pensaram numa imposição de máquina tal que será possível transformar as ilustrações num lindo pôster, com edição limitada.

Tudo isso, no mês das Olimpíadas, ganhou um sentido maior, já que os esportes em geral estão em foco. E embora agosto não seja apenas o mês das Olimpíadas, neste início do mês ficamos tentados a colocar todo o nosso olhar sobre este universo. E na segunda quinzena eu volto, com o outro livro que chega no final do mês. Mas esta, é outra história. Por enquanto, vamos de bicicleta.